A saúde do seu coração

A saúde do seu coração

Um coração saudável é vital e existem muitas formas de cuidar dele, desde comer da forma correta a abdicar de certos maus hábitos. Existem muitos conselhos que geram alguns conflitos sobre a saúde do coração, mas ajudar a manter o coração e sistema circulatório saudável, em geral, pode ser bastante simples - aqui estão apenas algumas nossas sugestões para uma alimentação e estilo de vida muda saudável, pode começar já hoje a diferença.

Como manter um coração saudável: 10 dicas

  1. Seja ativo

    O exercício físico é vital para a manutenção da saúde do seu coração, ajudando a aumentar o nível de HDL - o “bom” colesterol no sangue. Para manter o coração em boa forma, é recomendado praticar 30 minutos de atividade aeróbica de intensidade moderada (como caminhada, andando rápido, ou andar de bicicleta em terreno plano), cinco dias por semana.

    Se tem um estilo de vida agitado e não tem certeza de como manter seu coração saudável através de exercício fisíco, não se preocupe - há muitas formas de encaixar um pouco mais de atividade na sua semana. Considere andar de bicicleta ou a pé para o trabalho, usar o seu horário de almoço para praticar um pouco de atividade extra, ou tentar fazer um ou dois dos nossos treinos de 10 minutos no início ou no final do dia. Aulas de grupo estão disponíveis para todos os tipos de desportos, corrida e existem também grupos de caminhadas e de hidroginástica - opte por um hobby que realmente gosta, e em breve vai começar a ficar muito confiante.

  2. Troque gorduras saturadas por gorduras insaturadas na sua alimentação

    É verdade que é necessário incluir gorduras na sua alimentação, mas o tipo de gorduras é um fator muito importante e tem implicações nos seus níveis de colesterol. Está provado que trocar gorduras saturadas por gorduras insaturadas, realmente ajuda a reduzir o seu colesterol LDL, um dos maiores fatores de risco para doenças coronárias*.

    Leia os rótulos dos produtos para determinar a quantidade de gordura de casa alimento e troque algumas carnes gordas e lacticínios com alto teor de gorduras saturadas por produtos com gorduras insaturadas.

  3. Mantenha um peso saudável

    O excesso de peso e a obesidade aumentam o risco de ter elevados níveis de colesterol LDL. Uma alimentação saudável e muito exercício físico são a chave para um coração saudável - confira a seção de fitness do nosso site para ter acesso a exercícios que podem inspirá-lo!

  4. Use menos sal

    Para um coração saudável, tenho cuidado com a quantidade de sal que usa. Evite adicionar sal enquanto cozinha, leia os rótulos dos alimentos para evitar consumir alimentos com muito sal (mais de 1,5 g de sal por 100g).

  5. Opte por esteróis vegetais

    Os esteróis vegetais reduzem ativamente os níveis de colesterol ao ajudar a remover colesterol do seu corpo. Consumir 1.5-2.5g de esteróis vegetais por dia pode ajudar a reduzir o colesterol em 7-10%, em 2-3 semanas, quando consumido como parte de uma alimentação e estilo de vida saudáveis, com suficientes vegetais e fruta*.

    Enquanto os esteróis vegetais estão naturalmente presente em óleos vegetais, nozes, sementes, frutas e legumes, não é suficiente consumir apenas estes alimentos para ter a quantidade necessária de esteróis vegetais para reduzir o seu colesterol. Optar pelos nossos produtos Becel ProActiv, é uma forma simples de obter a quantidade que precisa para contribuir ativamente para reduzir o colesterol.

  6. Deixe de fumar

    Parar de fumar traz diversos benefícios para a sua saúde (e carteira), além de ser algo que faz bem para o coração. Manter a motivação não deve ser um desafio. Para ajudar a facilitar o processo, pense em fazer isso com um amigo ou faça parte do Programa Nacional de Controle do Tabagismo para parar de fumar do Ministério da Saúde. Seu médico pode indicar os recursos disponíveis para ajudá-lo.

    O seu médico também pode ajudar a mostrar-lhe o que desencadeia o desejo de fumar. Seja o stress ou apenas ver os outros a fumar, reconhecer os fatores pode ajudá-lo a evitar situações em que poderia se encontrar propenso a fumar.

  7. Coma peixe

    Tente comer peixe duas vezes por semana, com uma destas refeições incluindo peixes com alto teor de gordura. Salmão, truta, arenque, cavalinha e sardinha são peixes gordos que contêm ómega-3 em abundância, que contribui para o funcionamento normal do coração. Uma vez por semana, tente incluir uma destas saborosas opções numa refeição. Para inspirá-lo, aqui no site da ProActiv encontra muitas receitas saborosas de bons alimentos para o coração.

  8. Tenha uma alimentação saudável e equilibrada.

    Os alimentos que consome exercem impacto sobre a sua saúde. Certifique-se faz uma alimentação variada e que inclua cinco porções do dia de frutas e vegetais. Procure saber mais sobre o que é uma alimentação equilibrada e como fazer boas escolhas para manter a saúde do coração.

  9. Reduza o consumo de álcool.

    Ouvimos conselhos conflitantes sobre o álcool e seus efeitos para o coração, mas o fundamental é, se beber, beba com moderação. Existem conselhos diferentes de acordo com o gênero: homens devem evitar beber regularmente mais de 2 a 3 copos de vinho, por dia, e as mulheres devem evitar beber regularmente mais de 1 a 2 copos de vinho por dia, no máximo.

  10. Diga não ao stress

    Quando está stressado, não está no seu melhor o que pode aumentar a sua atração por hábitos pouco saudáveis como fumar, beber ou comer em excesso. Tente sempre ter tempo para relaxar e limpar sua mente, ou ter um hobby que o/a ajude a relaxar. Caminhada, natação, yoga, arte e meditação são boas opções.

Se gostava de saber como ter um coração saudável, as dicas acima são um ótimo ponto de partida. É sempre uma boa ideia consultar um profissional de saúde, e pode ficar surpreendido com a variedade de ajuda e aconselhamento disponível para tudo, desde a alimentação ao álcool e uso de tabaco. Corações saudáveis são importantes, e nunca é tarde demais para começar a cuidar de si - por que não fazer uma mudança hoje?

* Colesterol elevado é um fator de risco para o desenvolvimento de doenças coronárias. Existem múltiplos fatores de doenças coronárias, e por isso é importante ter em conta todos esses riscos e aprender a controlá-los.

TOP